Palavras Garimpadas #19

Um escritor nunca esquece a primeira vez que aceita algumas moedas ou um elogio em troca de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente o doce veneno da vaidade no sangue e começa a acreditar que, se conseguir disfarçar sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de garantir um teto sobre sua cabeça, um prato quente no final do dia e aquilo que mais deseja: seu nome impresso num miserável pedaço de papel que certamente vai viver mais do que ele. Um escritor está condenado a recordar esse momento porque, a partir daí, ele está perdido e sua alma já tem um preço.

O Jogo do Anjo – Carlos Ruiz Zafón

#100happydays

,

Você conseguiria ficar feliz durante 100 dias seguidos?

Há tempos venho acompanhando os 100 Happy Days de vários(as) amigos(as) e desde que eu soube do que se trata tenho vontade de participar, tanto que acabou virando um dos itens da minha lista de 101 coisas. Eu vinha segurando a onda e não tinha começado ainda porque estou com outros projetos de registros diários e não queria embolar tudo, mas…

:)

… eis que descobri que duas das pessoinhas das mais queridas que conheci na blogosfera (embora uma delas, para infelicidade geral da nação, não esteja mais blogando), a Tábata e a Mah, estão querendo começar o desafio e na troca de ideias acabei ficando na maior fissura de começar também.

Sempre é possível encaixar mais um projetinho, especialmente um tão bonitinho, ao meu dia-a-dia, não?

Então é isso, começo hoje com postagens lá no meu Instagram e sempre que possível aparecerei aqui no blog com um resumo das fotos publicadas e do que está rolando no desafio.

Não sabe do que se trata? Quer participar também? Dá uma espiadinha aqui!

Na Minha Playlist: Mika

,

Mika

O post “Na Minha Playlist” de hoje tem gostinho de guilty pleasure, praticamente todo mundo que conhece um pouco das minhas preferências musicais me olha de um jeito estranho quando digo que ouço Mika.

Pois é, eu ouço.

Mika nasceu em Beirute mas teve que deixar o país com sua família devido à situação de conflito quando ainda era um bebê, viveu os primeiros anos de sua vida em Paris e depois se mudou para Londres. Teve contato com a música desde muito cedo e seu estilo é desses impossíveis de enquadradar em um gênero, resultado da mistura de uma grande variedade de influências, com apresentações performáticas bastante excêntricas e coloridas.

Meu primeiro contato consciente com as músicas dele foi através de um especial no canal TNT. Nada programado, eu estava zapeando os canais em busca de algum filme e acabei parando para dar uma espiada. O que mais gosto nele? A voz – que ele trabalha muito bem, é gostosa de ouvir em tons mais baixos e extremamente vibrante nos agudos – e as letras, muitas vezes carregadas de crítica e ironia, sempre em um tom divertido.

Não digo que seja um músico extremamente frequente na minha playlist, mas sim, gosto bastante e recorro a ele sempre que estou querendo ouvir algo mais “animado”, de ritmo mais dançante.

Para finalizar, uma mini playlist com as minhas preferidas dele:

Require Flash player

Mika

  • Origem: Londres, Reino Unido (nascido em Beirute, Líbano)
  • Gêneros associados: pop, glam rock, power pop, pop rock, alternative
  • Atividade: 2006->
  • Site oficial: http://www.mikasounds.com

(Dados coletados em Julho/2014)

Links interessantes #77

,

Empreendedorismo

Fotografia

Livros e Literatura

Miniaturas

Intercâmbio

Curti

Posts que chamaram minha atenção nos blogs pessoais que acompanho:

Outros

Maré

,

Scarf

Eu já disse que adoro o inverno?

Mês movimentado.

Julho teve o final da Copa do Mundo – que curti muito mais do que eu mesma imaginava apesar do desempenho decepcionante da nossa seleção, teve pé na estrada e muitos compromissos sociais, teve encontro, reencontro e desencontro, teve muito mais vontades do que possibilidades, algumas descobertas, a tomada de decisões há tempos adiadas, teve o friozinho – que finalmente deu as caras por aqui junto com todas aquelas coisinhas deliciosas que adoro no inverno, teve mudança de visual, teve muito trabalho, muitos escritos não publicados, apenas um filme – mas muitos documentários, poucas – mas valiosas – leituras, teve as crises de enxaqueca habituais.

O mês foi embora deixando um leve cansaço, uma sensação meio inexplicável de ansiedade e a perspectiva um pouquinho mais concreta de férias iminentes. Sigo acompanhando a maré.

Livros lidos

  • Top 10 American Serial Killers (Sybil Jensen) – kindle book
  • Casino Royale (Ian Fleming) – kindle book | 1001 livros
  • O Grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald) – 1001 livros
  • Entre Surtos e Sussurros (Rafael Paukoski Fernandes) – kindle book | novos autores
  • O Observador (A. C. Ensá) – kindle book | novos autores
  • As Vinhas da Ira (John Steinbeck) – kindle book | 1001 livros
  • O Submundo (Renan Bernardo) – kindle book | novos autores
  • O Jardim de Cimento (Ian McEwan) – kindle book | 1001 livros
  • Adeus às Armas (Ernest Hemingway) – kindle book | 1001 livros
  • A Sangue Frio (Truman Capote) – kindle book | 1001 livros

Minha lista completa de livros e links para as respectivas resenhas aqui.

Filmes assistidos

  • Um Porto Seguro (Safe Haven, 2013)
  • Planeta Água (Planet Ocean, 2012) – documentário
  • Mundos Secretos (Secret Worlds, 2009) – 6 episódios – documentário
  • Planeta Terra (Planet Earth, 2007) – 11 episódios – documentário
  • Wild China (Wild China, 2008) – 6 episódios – documentário
  • Um Dia na Terra (One Day on Earth, 2012) – documentário
  • Fahrenheit 11 de Setembro (Fahrenheit 9/11, 2004) – documentário | 1001 filmes
  • Rock Brasília – Era de Ouro (2011) – documentário

Minha lista completa de filmes e links para as respectivas resenhas aqui.

Projeto 101 Coisas em 1001 Dias

O avanço nas metas da minha lista de 101 coisas foi um pouco mais visível neste 2º mês de projeto. Foram 4 itens riscados:

E outros tantos mudaram para o status “em andamento”.

Os itens que receberam mais atenção nessas últimas semanas foram aqueles relacionados às leituras, aos documentários (viva o Netflix!) e pequenas tarefas relacionadas a organização e hábitos. Como não podia deixar de ser em um início de projeto, a empolgação por aqui ainda está em alta. Em breve devo fazer uma avaliação mais atenta da lista, quero começar a priorizar aqueles itens que demandam mais tempo e trabalho antes que o prazo comece ficar apertado.

Status (31/07/2014)

  • Itens concluídos: 4
  • Itens em andamento: 27
  • Itens pendentes: 70
  • Itens cancelados: 0

Alguns registros do andamento dos itens (fotos e screenshots publicados no Instagram e/ou no Flickr):

TS3: Isla Paradiso - Travessa do Golfinho, 15 Facebook Barbarian Trololo - Green Recebi hoje, postal da Alemanha (escrito em 26/06, com votos de boa sorte para o Brasil na Copa). #postcrossing #101coisas Mais postais! Este veio da Rússia. #postcrossing #101coisas Este da Holanda. #postcrossing  #101coisas E este da Finlândia. #postcrossing  #101coisas Feedly Casino Royale (Ian Fleming) Postal da Rússia. =) #postcrossing #101coisas Postal da Finlândia. =) #postcrossing #101coisas Sobre a meta de "não comprar sapatos por um ano". Pois é. Vou ter que reiniciar a contagem. =P #101coisas Emperor Toxisnake - Red Warhare Guard - Green Postal da Rússia. #postcrossing #101coisas O Grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald) Autorretrato - Julho 2014 Friends Postal da Alemanha. :) #postcrossing #101coisas Tirar um pouco do atraso nas leituras antes de dormir. #sciambr As Vinhas da Ira (John Steinbeck) O Jardim de Cimento (Ian McEwan) Adeus às Armas (Ernest Hemmingway) A Sangue Frio (Truman Capote) Entre Surtos e Sussurros (Rafael Paukoski Fernandes) O Observador (A. C. Ensá) O Submundo (Renan Bernardo) Sonhar ao Sol (Angelo Rodrigues)

Minha lista completa no Projeto 101 Coisas em 1001 Dias aqui.