Vídeos Interessantes

Vídeo: Diablo Swing Orchestra – Black Box Messiah

Livros

Livro: Precisamos Falar Sobre o Kevin, de Lionel Shriver

Precisamos Falar Sobre o Kevin (Lionel Shriver)

Já faz um tempão que estou tentando escrever um post a respeito de minhas impressões durante a leitura deste livro e, no final das contas, a única coisa que posso afirmar com veemência é que estou muito longe de ter alguma coisa do dom da escrita de Lionel Shriver em mim: simplesmente não consigo encontrar palavras tão certeiras para expressar o que quero dizer.

Creio que a história não é novidade para a maioria das pessoas. Uma ficção baseada em tantos casos reais, ocorridas especialmente nas escolas estadunidenses, é o ponto de partida do romance. Cerca de 1 ano e 8 meses depois que Kevin, seu filho de 15 anos, mata 11 pessoas na escola, Eva começa a escrever uma série de cartas para o marido ausente, Franklin, onde deposita, de maneira crua, direta e sem suavizações, todos os seus sentimentos e pensamentos em uma busca por entendimento e redenção.

A leitura Precisamos Falar Sobre o Kevin foi, para mim, uma das mais impactantes de que posso me lembrar. Muito, muito em que se pensar. Questionamentos de níveis social e pessoal, abordados com uma franqueza tão afiada, que chega a ser quase assustadora. Ainda que o leitor não concorde com as opiniões de Eva – e sim, ela polemiza e joga tabus na mesa para discussões abertas -, parece-me impossível não refletir, não sentir essa mistura de empatia e repulsa que torna o livro tão sensacional.

E o que falar da escrita de Lionel Shriver? Precisa, ousada, cruel, arrebatadora. Indiscutível o seu acerto ao desviar o tema para uma “escavação psicanalítica” ao invés de se deixar ficar em apenas mais uma história de crime, pesadelo e a eterna patinações sobre o “onde foi que eu errei” habitualmente tratado de maneira rasa na busca pela solidariedade do leitor.

Já tenho outros títulos da autora esperando para serem lidos na estante, mas já agora, mesmo sabendo do “risco” de adotar uma opinião dessas tendo lido apenas um livro dela, ouso dizer que a escritora já tem seu lugar cativo entre as minhas favoritas para a vida.

Precisamos Falar Sobre o Kevin [recomendado]

Shriver, Lionel

Capa: Precisamos Falar Sobre o Kevin

  • Editora: Intrínseca
  • Categorias: Literatura Estrangeira, Cartas
  • Título Original em inglês: We Need To Talk About Kevin
  • Avaliação: ★★★★★
Livros

Revelação do Amigo Secreto de Livros 2014

Amigo Secreto de Livros 2014

Já se passaram mais de 2 meses desde o sorteio do Amigo Secreto de Livros 2014 e só agora consegui juntar todas as peças do quebra-cabeças para organizar uma “revelação” e postar para vocês como uma prestação de contas, conforme eu havia prometido.

Antes de qualquer outra coisa, agradeço a todos os membros do grupo pela participação e pela confiança. Sim, porque tenho essa consciência de que ao topar uma brincadeira desse tipo, quando não é possível saber exatamente quem são os outros participantes, é na pessoa do organizador que depositamos nossa confiança, não é mesmo?

Infelizmente o círculo não fechou redondinho, um dos participantes parece não ter enviado o presente de sua responsabilidade e, mesmo depois de muitas tentativas de contato, não recebi nenhum retorno ou quaisquer justificativas – mesmo sabendo que a pessoa não está com problemas de conexão, já que continua ativa nas redes socias. Bem, não estou aqui para apedrejar ninguém, cada um tem seus motivos e sabe da sua consciência.

Update: Enfim conseguimos resolver os problemas de comunicação e entrega, consegui falar com o participante que ainda estava faltando e todos receberam seus livros! \o/.

Para que vocês saibam, ninguém ficou sem livro, eu mesma enviei um para a pessoa que foi sorteada pelo nosso amigo ausente, já que me sinto, em parte, responsável e para quem ninguém ficasse a ver navios.

No decorrer da brincadeira também tivemos alguns tropeços como entregas atrasadas ou que precisaram ser reenviadas, mas até onde pude averiguar, estes foram todos resolvidos. Se alguém ainda estiver com algum problema, por favor, entre em contato comigo.

Apesar da trabalheira (sim, amigos, dá mais trabalho do que parece!), eu me diverti muito. Adorei acompanhar todas as trocas, as surpresas, anotei várias dicas de leitura e fiz novos contatos muito interessantes nesse mundo tão apaixonante que é o dos leitores ávidos. No final do ano tem mais!

Vamos dar uma olhadinha nos livros que cada um recebeu e de quem? 😉

A Elegância do Ouriço (Muriel Barbery)
Para: Luma Kimura – De: Drica Fernandes

Barba Ensopada de Sangue (Daniel Galera)
Para: Drica Fernandes – De: Ana Paula Calabresi

Crônicas de uma Morte Anunciada (Gabriel García Márquez)
Para: Ana Paula Calabresi – De: Marco Matos

Destrua Este Diário (Keri Smith) e Quem é Você Alasca? (John Green)
Para: Marco Matos – De: Gabriel Reis

Wild Cards (George R. R. Martin)
Para: Gabriel Reis – De: Denynha Viana

A Festa da Insignificância (Milan Kundera)
Para: Denynha Viana – De: Thaizi E. Ono

É assim que você a perde (Junot Diaz) e O Grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald)
Para: Thaizi E. Ono – De: Tábata Kotowiski

Autobiografia Não Autorizada (Lemony Snicket)
Para: Tábata Kotowiski – De: Ana Luísa Bussular

Mar da Tranquilidade (Katja Millay)
Para: Ana Luísa Bussular – De: Mikaelly Andrade

O Hobbit (J. R. R. Tolkien)
Para: Mikaelly Andrade – De: Poli Lachi

Cozinha Japonesa (Yasuko Fukuoka)
Para: Poli Lachi – De: Rafael Kimura

Fahrenheit 451 (Ray Bradbury)
Para: Rafael Kimura – De: Joice Tavares

A Sombra do Vento (Carlos Ruiz Zafón)
Para: Joice Tavares – De: Gisele Santos

Quem é Você, Alasca? (John Green)
Para: Gisele Santos – De: Kore Tussaud

O Irresistível Café de Cupcakes (Mary Simses)
Para: Kore Tussaud – De: Michelle Muller

O Dragão de Gelo (George R. R. Martin)
Para: Michelle Muller – De: Carol Amaro

Sombra e Ossos (Leigh Bardugo)
Para: Carol Amaro – De: Denise Rangel

Jane Austen – Uma Vida Revelada (Catherine Reef)
Para: Denise Rangel – De: Josluza Favoreto

Amor Líquido (Zygmunt Bauman)
Para: Josluza Favoreto – De: Nataly Nunes

Do Amor e Outros Demônios (Gabriel García Márquez)
Para: Nataly Nunes – De: Andrey Mackenzie

Mar Inquieto (Yukio Mishima)
Para: Andrey Mackenzie – De: Keila Cavalcante

A Morte do Gourmet (Muriel Barbery)
Para: Keila Cavalcante – De: Suélen Ribeiro

As Vantagens de Ser Invisível (Stephen Chbosky)
Para: Suélen Ribeiro – De: Luma Kimura

Projetos Pessoais

52 Objetos – #5: agenda

52 Objetos - #5: agenda

  • O quê: agenda
  • Onde: sempre comigo, na bolsa, ou sobre a escrivaninha
  • Origem: comprada por mim mesma em uma papelaria

E se estamos falando de objetos significativos para o meu dia a dia não posso deixar de mencionar minha agenda.

Alguns amigos já me disseram que consideram isso contraditório, mas apesar de ser da área de tecnologia, sou uma adepta do papel e da caneta (e dos post-its, adesivos, carimbos…). Já tentei usar agendas eletrônicas, mas não adianta, para mim não funciona.

As agendas me acompanham desde o início da adolescência. Claro que as anotações mudaram ao longo dos anos, as provas e trabalhos escolares deram lugar a contas a pagar e outros compromissos da “vida adulta”, mas no fundo nunca deixei de lado uma certa “pegada” adolescente. As canetas coloridas e os adesivos fofos que o digam.

Depois de muitas tentativas e experiências, eu me encontrei nesse modelinho, com a semana do lado esquerdo e um espaço para anotações do lado direito, uso esta “configuração” há uns 5 anos e tem funcionado perfeitamente para mim.

Mais do que um auxiliar de lembretes para o dia a dia, minha agenda sabe mais do meu cotidiano do que eu mesma, guarda meus compromissos, minhas anotações, meus insights. Guarda tudo aquilo que prefiro manter fora da cabeça e deixá-la livre para atividades de criatividade e raciocínio.

Minha agenda é minha queridinha. É um objeto que está tão inserido no meu dia a dia que de maneira alguma seria exagero dizer que não vivo sem.

» Este post faz parte do Projeto 52 Objetos que consiste em postar, uma vez por semana, durante um ano, objetos que sejam significativos para mim e digam um pouco sobre a minha pessoa. Para saber mais espia aqui e para ver os objetos já publicados aqui.

Livros

Clube de Leitura: Fevereiro 2015 – Contos e Crônicas

Clube de Leitura: Fevereiro 2015 - Contos e Crônicas O tema de leitura para o mês de fevereiro foi escolhido por votação simples pelos organizadores do clube de leitura com base nas sugestões enviadas por participantes e interessados. Embora nem sempre a temática seja facilmente digerível, a leitura de contos e/ou crônicas costuma ser mais fácil e mais rápida, portanto combina com o mês mais curto do ano, de Carnaval, quando boa parte das pessoas aproveita para viajar ou cair na folia.

(Bem, para mim é o contrário, este é justamente um período em que fico em casa e tenho mais tempo para ler, mas estou aqui apenas para informar a escolha do clube, não para contestar a escolha do mês. 😛 )

Valem quaisquer livros de contos ou crônicas, de quaisquer gêneros e autores(as). Discutiremos não apenas as histórias em si, mas também as escolhas dos participantes e outros aspectos relacionados, tais como contos relacionados, contos complementares, a polêmica dos contos verdadeiros e dos romances inacabados, entre outros.

Como participar

Muito simples: basta ler um (ou mais) livros dentro do tema proposto para o mês e escrever uma pequena resenha contando a sua experiência.

As resenhas podem ser publicadas em seu blog, no Skoob, no Goodreads, no Facebook (desde que compartilhado publicamente) ou até mesmo no Instagram (obviamente, seu comentário sobre o livro não pode se resumir à foto do livro e/ou a um simples “gostei/não gostei”). Ah, também pode ser um vídeo no You Tube, se você tiver um canal literário por lá.

Publicou a resenha? Deixe um comentário neste post com o link direto para sua resenha que ele será acrescentado à lista de fevereiro nesta página.

Estamos falando preferencialmente de leituras inéditas (não releituras) durante o mês corrente, mas é claro que não teríamos como fiscalizar isso, portanto fica a critério do participante, até porque sabemos que é frustrante não ter o direito de compartilhar as experiências com aquele livro genial só porque você já o tinha lido antes.

Visite e comente as resenhas de outros participantes, participe das discussões e dos debates. Um dos objetivos do clube é promover a discussão e a troca de ideias. Ninguém vai te obrigar a coisa alguma, mas você não concorda que interagir faz a brincadeira ficar muito mais interessante?

Não, você não é “obrigado” a participar em todos os meses. O desafio é seu, para você mesmo. O objetivo do clube não é criar regras, mas incentivar a leitura e a troca de experiências. Ficaremos felizes em “encontrar” você por aqui, sempre que quiser e puder.

Os links para os fóruns de debates serão publicados assim que terminarmos de reconfigurar as ferramentas adequadas.

Sugestões de temas para o próximo mês

Você também pode participar sugerindo temas para o próximo mês, basta deixar um comentário aqui mesmo. O tema será selecionado pelos organizadores do Clube da Leitura e divulgado no inicio do mês.

Pode ser qualquer coisa, um gênero, um tema, uma palavra, um autor, um país… o que a criatividade mandar.

E, sim, os temas podem se repetir. Já tivemos temas recorrentes e com certeza teremos outros mais no futuro.

Mesmo que alguém já tenha citado algum tema em que você tenha interesse, mencione-o novamente. Normalmente escolhemos um dentre os mais citados.

Alguns temas já citados, candidatos para os próximos meses:

  • diários (publicação póstuma)
  • autores europeus
  • romances policiais
  • clássicos da literatura
  • nobelistas
  • guerra
  • clássicos infanto-juvenis

Quaisquer dúvidas, comentários e sugestões, é só entrar em contato!