Cotidiano

Calorão

Sentada aqui, com o ventilador ligado no máximo e a companhia de uma garrafa de água gelada, tento fazer um balanço das últimas semanas. Encaro o cursor piscando preguiçosamente na tela, puxo pela memória, mas tudo em que consigo pensar é… no calor!

Já falei que não gosto de calor?

Dia desses alguém postou essa ilustração da Ila Fox no Facebook e eu me identifiquei de imediato:

Porquê não gosto de calor

De cara eu poderia acrescentar uns dois ou três itens à lista, mas deixa pra lá. A questão é que fico irritadiça nesses dias muito quentes, acho difícil conseguir me concentrar no que quer que seja e o esforço para vencer a indolência consome muito mais energia do que estou disposta a gastar com tarefas simples.

Então que os dias voaram e o primeiro mês de 2014 já se foi.

Não chega a ser quase patético o fato de eu ainda me surpreender com essa sensação de que o tempo passa cada vez mais rápido?

Leituras de Janeiro

  • Ciclo da Herança #3: Brisingr, de Christopher Paolini
  • Eu Sou o Mensageiro, de Markus Zusak
  • O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman
  • Melancia, de Marian Keyes
  • Koko Be Good, de Jen Wang
  • Questões do Coração, de Emily Giffin
  • Viver Não Dói – Felicidade: Menos, Por Favor, de Leila Ferreira (kindle book)
  • Perdida, de Carina Rissi (kindle book)
  • A Garota que Eu Quero, de Markus Zusak
  • Um Cappuccino Vermelho, de Joel G. Gomes (kindle book)
  • Fique Comigo, de Harlan Coben
  • A Caixinha Mágica, de Luiza Trigo (kindle book)
  • O dia que o sol não nasceu, de Bianca Sousa (kindle book)
  • A Pequena Vendedora de Fósforos, de Hans Christian Andersen (kindle book)
  • Deixe a Neve Cair, de John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
  • Vida, de Leandro Soriano Marcolino (kindle book)
  • Olga, de Fernando Morais
  • Branca de Neve e o Caçador, de vários autores
  • A Garota das Laranjas, de Jostein Gaarder

Minha lista completa de livros e links para as respectivas resenhas aqui.

Filmes assistidos em Janeiro

  • Ilha do Medo (Shutter Island, 2010)
  • Detona Ralph (Wreck-It Ralph, 2012)
  • Argo (Argo, 2012)
  • Pronta para Amar (A Little Bit of Heaven, 2011)
  • Hitchcock (Hitchcock, 2012)
  • Moving Art: Oceans by Louie Schwartzberg
  • Moving Art: Forests by Louie Schwartzberg
  • Frozen – Uma Aventura Congelante (Frozen, 2013)
  • Um Estranho no Ninho (A Flew Over the Cuckoo’s Nest, 1975)
  • Moving Art: Deserts by Louie Schwartzberg
  • As Coisas Simples da Vida (Yi Yi, 2000)
  • Destino (Destino, 2003)
  • Carlitos Marquês (Cruel, Cruel Love, 1914)
  • Carlitos Coquete (The Masquerader, 2014)
  • Rashomon (Rashômon, 1950)
  • Nanook, o Esquimó (Nanook of the North, 1922)

Minha lista completa de filmes e links para as respectivas resenhas aqui.

P.S. do P.S. do P.S.

Metas despretensiosas para fevereiro: voltar a blogar com uma frequência um pouquinho maior (para tanto devo começar retomando as resenhas de livros e filmes que há tempos não aparecem por aqui e revisando meu caderninho de ideias para posts que acabaram abandonadas antes mesmo de virar rascunhos); terminar, de uma vez por todas, de ler o livro A Game of Thrones em inglês, que já está empacado na minha pilha “Lendo” desde setembro de 2012; fazer mechas californianas azuis no cabelo. ;)

Links Interessantes

Links interessantes #68

Casa e Decoração

Livros e Literatura

Fotografia

Artesanato e Trabalhos Manuais

Palavras garimpadas

Palavras Garimpadas #11

Cada vez que ouvia o clique do disparo seguido daquele ligeiro chiado, lembrava-se de que, quando pequena, caçava gafanhotos no jardim da casa da montanha, prendendo-os entre as mãos fechadas em copa. Pensava que, com as fotos, era a mesma coisa, que agora ela capturava o tempo e o prendia no celuloide, colhendo-o em meio ao seu salto para o instante seguinte.

A Solidão dos Números Primos – Paolo Giordano

FotografiaViagens e Passeios

Fotos: Passeio na região de São Pedro/SP

Uma viagem rápida para começar o ano com as boas energias de uma caminhada na mata, o barulho das cachoeiras, o cheiro dos eucaliptos, algumas fotos e a companhia de pessoinhas muito queridas. Apesar do forte calor foi tudo muito gostoso!

Besouro

Pedras

Árvore

Libélulas

Borboleta

Libélula

Teia

Tronco

Borboleta

Pedras

Borboleta

Mata

Luz

Caminhada

Caminhada

Telhado

Ciclo

Bug

Bosque

Bosque

Bosque

Bosque

Muro

Fonte da Praça

Beija-flor

Cotidiano

Reconstruir

Não sei se perdi o jeito ou se estou ficando crítica demais com relação aos meus próprios textos, fato é que estou há dias rascunhando este post de encerramento/abertura do ano e nada me parece tão “bom” quanto eu gostaria ou pelo menos inspirador o suficiente para o momento, então vamos combinar: apenas deixaremos fluir, ok?

Retrospectiva? Ah, 2013! Um ano de mudanças – sim, aquelas mencionadas no comecinho da jornada, que dizem respeito principalmente à família e ao trabalho -, de pontapés para outras que ainda estão por vir, de promessas para mais mudanças, muito trabalho, alguma fadiga, mas, principalmente, de grandes emoções, momentos absolutamente marcantes e especiais.

Um ano atípico. Repleto de avanços e retrocessos como qualquer outro, mas diferente “aqui dentro”, diferente em aspectos muito pessoais, no pensar e no sentir, de maneiras que nem mesmo sei se consigo (ou se realmente quero) explicar.

Autoconhecimento, descobertas, percepções.

Nada disso é um exercício novo para mim, mas de algum modo dessa vez foi… diferente. Nunca antes eu havia conseguido reunir coragem para encarar meus monstros internos, meus fantasmas pessoais, meu lado mais obscuro e detestável com tanta franqueza. Atravessar a fachada que construí para mim mesma ao longo de tantos anos foi uma experiência assustadora, por vezes deprimente, mas também indescritivelmente libertadora e um processo que ainda está em andamento. E o que farei com essa nova consciência daqui para frente? Tarefa para o novo ano. :)

Minha lista de metas/resoluções para 2014 ainda não está pronta e nem sei se vou mesmo oficializá-la ou mantê-la apenas como referência. Mas sim, tenho planos. E vontades. E, apesar de saber que não devia, expectativas. Planos, vontades e expectativas que me remetem a diferentes leituras para uma ideia de reconstrução, reorganização e reestruturação. E esta será minha palavra para o ano: reconstruir.

***

Nem vou comentar a falta dos prometidos balanços mensais nos últimos meses, mas para dar 2013 por encerrado definitivamente, as listas dos livros lidos e filmes assistidos nesse período:

Livros

Setembro

  • Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson
  • Morte e Vida de Charlie St. Cloud, de Ben Sherwood
  • Diário de uma Paixão, de Nicholas Sparks
  • Pequena Abelha, de Chris Cleave
  • Um Amor para Recordar, de Nicholas Sparks
  • O Estrangeiro, de Albert Camus
  • As Esganadas, de Jô Soares
  • 3096 Dias, de Natascha Kampusch
  • À Primeira Vista, de Nicholas Sparks
  • Um Porto Seguro, de Nicholas Sparks
  • Cemitério de Praga, de Umberto Eco
  • As Crônicas dos Kane #1 – A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan

Outubro

  • A Cidade do Sol, de Khaled Hosseini

Novembro

  • Estátuas de Sal, de André Cardinalli
  • O Silêncio da Chuva, de Luiz Alfredo Garcia-Roza
  • Time Out – Os Viajantes do Tempo, de vários autores
  • Contágio, de Robin Cook

Dezembro

  • Elogio da Madrasta, de Mario Vargas Llosa
  • Noites Brancas e Outras Histórias, de Fiódor Dostoiévski

Minha lista completa de livros e links para as respectivas resenhas aqui.

Filmes

Setembro

  • Entre Nós (Entre Nos, 2009)
  • Stardust – O Mistério da Estrela (Stardust, 2007)
  • A Morte e Vida de Charlie (Charlie St. Cloud, 2010)
  • Substitutos (Surrogates, 2009)
  • Beleza Americana (American Beauty, 1999)
  • Grande Hotel (Four Rooms, 1995)
  • O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas (St. Elmo’s Fire, 1985)

Outubro

  • Nenhum

Novembro

  • Universidade Monstros (Monsters University, 2013)
  • Resgate Abaixo de Zero (Eight Below, 2006)
  • O Mundo dos Pequeninos (Karigurashi No Arrietty, 2010)
  • Doce Vingança (I Spit on Your Grave, 2010)
  • Para Sempre (The Vow, 2012)
  • Frankenweenie (Frankenweenie, 2012)
  • João e Maria: Caçadores de Bruxas (Hansel and Gretel: Witch Hunters, 2013)
  • Meu Malvado Favorito 2 (Despicable Me 2, 2013)
  • A Origem dos Guardiões (Rise of the Guardians, 2012)
  • Ilha das Flores (1989)
  • O Avião de Papel (Paperman, 2012)
  • Dúvida (Doubt, 2008)
  • Millennium – Os Homens que não Amavam as Mulheres (The Girl with Dragon Tattoo, 2011)
  • Antes do Pôr do Sol (Before Sunset, 2004)
  • Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (Prince of Persia: The Sands of Time, 2010)
  • O Coronel e o Lobisomem (2005)
  • Flor da Neve e o Leque Secreto (Snow Flower and the Secret Fan, 2011)
  • Plano B (The Back-up Plan, 2010)
  • ParaNorman (ParaNorman, 2012)
  • Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007)
  • Sherlock Jr. (Sherlock Jr., 1924)
  • A Sorridente Madame Beudet (La Souriante Madame Beudet, 1923)
  • Preso na Escuridão (Abre los Ojos, 1997)
  • Capitão Phillips (Captain Phillips, 2013)

Dezembro

  • A Rosa Púrpura do Cairo (The Purple Rose of Cairo, 1985)
  • Dragão Vermelho (Red Dragon, 2002)
  • A Pele que Habito (La Piel que Habito, 2011)
  • A Vila (The Village, 2004)
  • As Vantagens de Ser Invisível (The Perks of Being a Wallflower, 2012)
  • Histórias que só existem quando lembradas (2011)
  • Chasing Ice (2012)
  • Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual (Medianeras, 2011)

Minha lista completa de filmes e links para as respectivas resenhas aqui.