Categoria: Palavras garimpadas

Palavras Garimpadas #19

Um escritor nunca esquece a primeira vez que aceita algumas moedas ou um elogio em troca de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente o doce veneno da vaidade no sangue e começa a acreditar que, se conseguir disfarçar sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de garantir um […]

Palavras Garimpadas #18

Quando acordei, chovia. Não sei o que se passou durante meu sono, mas alguma coisa havia mudado em mim. Tudo me parecia delicado, até mesmo o barulho da chuva me parecia musical. Tive vontade de cantar um canto de carpideiras, um canto muito antigo que surgia em minha memória, ocupava minha cabeça e vinha aos […]

Palavras Garimpadas #17

É estranho, porque às vezes eu leio um livro e acho que sou a pessoa do livro. As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky

Palavras Garimpadas #16

Eu Até agora eu não me conhecia, julgava que era Eu e eu não era Aquela que em meus versos descrevera Tão clara como a fonte e como o dia. Mas que eu não era Eu não o sabia mesmo que o soubesse, o não dissera… Olhos fitos em rútila quimera Andava atrás de mim… […]

Palavras Garimpadas #15

Não tenho saudade da infância, mas sinto falta da forma como eu encontrava prazer em coisas pequenas, mesmo quando coisas maiores desmoronavam. Eu não podia controlar o mundo no qual vivia, não podia fugir de coisas nem de pessoas nem de momentos que me faziam mal, mas tinha prazer nas coisas que me deixavam feliz. […]