Arquivos

Categoria: Desabafos, Devaneios e Divagações

Das cefaleias e outros demônios

Dor. Latejar incessante, marteladas. Bile subindo para a garganta, digestão paralisada. Eu comi alguma coisa hoje? Sei que comi. E deve ter sido algo ainda vivo porque tenho certeza que essa coisa está se remexendo dentro do meu estômago. Preciso me levantar. Preciso de uma bacia, de um saco plástico, qualquer coisa. Vou vomitar. Não […]

15/03/2015 | Desabafos, Devaneios e Divagações | Comentários (0)

***

Querido Papai,

Faz 5 anos hoje. É engraçado como a noção de tempo se perde cada vez mais por entre as névoas da memória. Às vezes parece que foi ontem. Posso simplesmente fechar os olhos e, sem muito esforço, rever detalhes daquela manhã. O som da campainha invadindo meus sonhos, os gritos de Mamãe, a cara apalermada […]

19/10/2014 | Desabafos, Devaneios e Divagações | Comentários (7)

***

Warm feeling

Surpreendo-me ao constatar que há qualquer coisa de reconfortante na mecânica dos dias, na execução de tarefas rotineiras, no simples reencontrar. Percebo aquelas pequenas coisas que, na obsessão e no caos, acabo por ignorar. Fico emocionada com os gestos de apoio – sutis e valiosos – daqueles que sempre estiveram por perto sem fazer alarde, […]

27/06/2012 | Desabafos, Devaneios e Divagações | Comentários (1)

***

Um espaço cheio de vazio e silêncio

Tento abrir os olhos apenas para constatar que já estou de olhos abertos. A escuridão é absoluta, quase palpável, anaeróbia. Não sei dizer se estou respirando, se há vida correndo em minhas veias, mas sinto frio. Quero me levantar, mas nem mesmo sei se já estou de pé. Quero caminhar, mas tenho medo de avançar, […]

21/06/2012 | Desabafos, Devaneios e Divagações | Comentários (4)

***

Pequenina farpa

Há qualquer coisa de desconfortável no ar, algo que ainda não consegui definir com clareza, que cutuca sem se revelar, como uma pequenina farpa que não sou capaz de enxergar a olho nú. Questionamentos. Pergunto-me se tomei as melhores decisões, se não me deixei levar por um momento de desespero, se não estou querendo reconstruir […]

18/06/2012 | Desabafos, Devaneios e Divagações | Comentários (2)

***