BlogosferaProjetos Pessoais

Por que você não cria um canal no YouTube pra suas resenhas?

Esta é uma pergunta que já me fizeram várias vezes, mas uma ideia que nunca passou pela minha cabeça como uma possibilidade.

Primeiro: sou péééssima para vídeos, não gosto, não me sinto a vontade. Não tenho uma boa dicção – nem gosto muito de falar, para dizer a verdade -, sou tímida e arredia demais para encarar uma câmera e falar com desenvoltura, não consigo me expressar oralmente com espontaneidade, não sei transmitir uma simpatia que não é inerente à minha pessoa e uma postura mais agressiva tampouco faz o meu estilo.

Segundo: não tenho paciência para seguir youtubers, não acho que faça sentido querer ser uma. Assino alguns canais, mas na prática não acompanho, vez ou outra, muito raramente, apenas aquela “espiadinha para ver como estão as coisas”. Nas raras vezes em que realmente abro algum vídeo fico pulando os minutos na esperança de dar a sorte de parar em algum ponto interessante, mas logo desisto.

Vejam bem, não tenho nada contra. Temos público para todos os segmentos e segmentos para todos os públicos, e, sim, muitos youtubers que admiro muito pelo ótimo trabalho e pela qualidade de seus vídeos. Apenas não é a minha. 😉

ico_plug Este post é uma resposta à pergunta da Heloisa Dafner no Pergunta que eu respondo!, uma seção do blog onde respondo, com posts, às perguntas dos leitores. Para saber mais, enviar a sua pergunta ou ver a lista de perguntas/respostas já publicadas espia aqui.

Deixe um comentário

  • Todos os comentários passarão por moderação antes de aparecer publicamente no blog, dessa maneira espero organizar melhor a interação com os leitores e minimizar o problema de comentários que acabam ficando sem resposta, ok?
  • Sinta-se à vontade para dar a sua opinião, seja para concordar ou para discordar, mas, por favor, baseie-se em argumentos e não em baixaria.
  • Comentários ofensivos, escritos em letras maiúsculas ou em miguxês, com excesso de erros, palavrões ou alheios ao conteúdo do post não serão publicados.
  • Todos os comentários são responsabilidade de seus respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da autora do blog.