Livros

Livro: Um Mais Um, de Jojo Moyes

Um Mais Um (Jojo Moyes)

Quando ficou grávida Jess Thomas largou a escola para se casar com Marty. Oito anos depois Marty saiu de casa e nunca mais voltou.

Lutando em dois empregos para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria como se fosse seu próprio filho, Jess precisa encontrar maneiras de driblar as inúmeras dificuldades de uma vida em condições financeiras extremamente limitadas. Quando Tanzie, um verdadeiro prodígio da matemática, ganha uma generosa bolsa de estudos em uma tradicional escola particular, Jess não tem como pagar a diferença e sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. O problema é que eles não tem condições de chegar lá.

Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, Ed Nicholls, milionário gênio da computação, está se refugiando em sua casa de veraneio por causa de acusações de compartilhamento ilegal de informações sigilosas em sua empresa. A antipatia e o atrito entre os dois são imediatos, mas quando Ed se sente na obrigação de retribuir o gesto depois que Jess se sacrifica para deixá-lo em segurança em casa depois de uma bebedeira, ele acaba se oferecendo para levar Jess, Tanzie, Nicky e o fedorento cão da família em seu carro até a cidade onde acontecerá a competição.

De todos os livros da Jojo Moyes que já li até hoje [1] achei este um do mais fracos, acho que só perde para Sheltering Rain (Em Busca de Abrigo, pela Editora Intrínseca no Brasil), que para mim ocupa a posição do piorzinho da escritora.

Não é que o livro seja ruim, só que não tem nada demais. Uma história mediana que bem poderia ser o roteiro de um filme “tapa-buraco” de programação, que tenta dar lições sobre o que realmente importa na vida, sobre confiança em si mesmo e nos outros, sobre a força de vontade para continuar tentando mesmo que nada pareça dar certo em nenhum momento, mas que… bem, não conseguiu me emocionar em nenhum momento.

Uma das coisas que mais gosto nos livros de Jojo Moyes é que a despeito de uma boa dose de dramalhão seus personagens geralmente conseguem me cativar, são sempre muito humanos e muito intensos. O ponto é que isso não acontece em Um Mais Um. Todos eles – Jess, Ed, Tanzie e Nicky – estão ali, no limite entre o sem graça e o cliché, suas personalidades são pouco desenvolvidas em camadas pobres. Não antipatizei, mas também não tive vontade de abraçar, sabe?

É uma história que dá para ser lida numa boa, que não me arrebatou – como era minha expectativa – mas também não chegou a me irritar – como acontece, às vezes, quando a história é muito ordinária. Para aqueles dias em que a gente quer ler mas não quer pensar muito, para aqueles domingos chuvosos que combinam com histórias para deixar o coração morninho.

Um Mais Um

Moyes, Jojo

Capa: Um Mais Um

  • Editora: Instrínseca
  • Categorias: Literatura Estrangeira, Romance
  • Título Original em inglês: The One Plus One
  • Site do autor: http://www.jojomoyes.com
  • Avaliação: ★★★☆☆

Book Trailer

1. Lidos até o momento: Como Eu Era Antes de Você, Depois de Você, A Garota que Você Deixou para Trás, Sheltering Rain (Em Busca de Abrigo, no Brasil), A Última Carta de Amor e Um Mais Um.

Deixe um comentário

  • Todos os comentários passarão por moderação antes de aparecer publicamente no blog, dessa maneira espero organizar melhor a interação com os leitores e minimizar o problema de comentários que acabam ficando sem resposta, ok?
  • Sinta-se à vontade para dar a sua opinião, seja para concordar ou para discordar, mas, por favor, baseie-se em argumentos e não em baixaria.
  • Comentários ofensivos, escritos em letras maiúsculas ou em miguxês, com excesso de erros, palavrões ou alheios ao conteúdo do post não serão publicados.
  • Todos os comentários são responsabilidade de seus respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da autora do blog.