Livro: O Amante de Lady Chatterley, de D. H. Lawrence

, , ,

Capa: O Amante de Lady Chatterley, de D. H. Lawrence D. H. Lawrence causou polêmica em sua época – seja pelo teor cáustico de suas narrativas, pelas críticas à sociedade ou pelas patentes descrições do ato sexual – mas passou a ser considerado, mais tarde, como um dos maiores transformadores da prosa de ficção do século XX. Escrito em 1929, O Amante de Lady Chatterley, seu livro mais famoso, foi repetidas vezes considerado impróprio e pornográfico, sofreu proibições e censuras, e só foi publicado integralmente pela primeira vez em 1959.

Mas vamos lá, referenciar a obra somente pelo aspecto da linguagem escancarada soa como um verdadeiro despautério. Não é preciso avançar muitas páginas para perceber as críticas às convenções sociais e os muitos aspectos históricos envolvidos.

O plot em si é bastante simples: o romance trata das relações entre a aristocrática Connie, seu marido Clifford, que lhe conferiu o título de Lady e retornou paralítico da guerra, e o guarda-caças da propriedade onde vivem. Uma narrativa sem pressa (por vezes até ligeiramente enfadonha), que combina doses de ação e reflexão, e vai apresentando aos poucos um cenário cinzento e melancólico.

Ambientado na Inglaterra após o fim da Primeira Guerra Mundial, Lawrence aponta o declínio do que antes poderia ser considerado um império de poder comercial e político, a postura de uma aristocracia decadente e hedonista, a mecanização dos métodos, os mineiros, as disputas trabalhistas. Tudo está lá, sem grandes pudores, mas ao mesmo tempo ajustada de maneira habilmente sutil.

Em um patamar mais intimista acompanhamos o drama de Lady Chatterley, o despertar da ânsia de lutar para sair de um casamento fracassado, não simplesmente pelas limitações que situação física impõe, mas pelo modo como Clifford suga suas energias e como a convivência, ainda que aparentemente amigável, reprime sua natureza e a sufoca.

Conversando com alguns amigos a respeito do livro descobri que muitos consideram O Amante de Lady Chatterley um dos “clássicos obrigatórios” da literatura universal. De maneira alguma contesto, com certeza é uma excelente opção de leitura lúcida, mas não posso mentir, particularmente não chego a incluí-lo em minha lista pessoal de “obrigatórios”…

Amante de Lady Chatterley, O

Lawrence, D. H.

  • Editora: Martin Claret
  • Categorias: Literatura Estrangeira, Romance, Drama
  • Título Original em inglês: Lady Chatterley’s Lover
  • Avaliação: ★★★½☆

Anúncios

Deixe um comentário

  • Sinta-se à vontade para dar a sua opinião, seja para concordar ou para discordar, mas, por favor, baseie-se em argumentos e não em baixaria.
  • Comentários ofensivos, escritos em letras maiúsculas ou em miguxês, com excesso de erros, palavrões ou alheios ao conteúdo do post não serão publicados.
  • Todos os comentários são responsabilidade de seus respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da autora do blog.