Cinema e Vídeo

Filme: O Aprendiz de Feiticeiro

Cartaz: O Aprendiz de Feiticeiro O que esperar de mais uma pretensa superprodução de aventura fantástica da Disney? Na minha opinião o grande segredo é não alimentar quaisquer tipos de expectivas e nunca, eu disse nunca, esperar ser surpreendido. Foi este o espírito com que fui conferir O Aprendiz de Feiticeiro.

Com uma apresentação dentro dos padrões esperados o filme de fato não supreende, mas uma vez livre das tais expectativas eu pude me divertir bastante. Como um blockbuster de entretenimento voltado para um público de massa infanto-juvenil arrisco dizer que o longa cumpre o seu papel.

A história toda começa com um vislumbre de fatos desenrolados há algumas centenas de anos quando o mago Merlin e seus aprendizes estão enfrentando a feiticeira Morgana Le Fay (Alice Krige), que luta para se apoderar de um poderoso feitiço que lhe dará poder para dominar o mundo (bem, vamos nos abster de comentar a “extrema criatividade” do argumento, ok?).

Cena do Filme Durante o confronto um dos aprendizes, Maxim Horvath (Alfred Molina), revela sua traição e a aliança com Morgana. As coisas não correm bem, Merlin é mortalmente ferido e antes de perecer consegue recitar um encanto que dá a seu outro aprendiz, Baltazar Blake (Nicholas Cage), a juventude eterna e a missão de encontrar o próximo merliniano, o único que terá poder para deter, definitivamente, a maligna feiticeira.

Corta para os tempos atuais. Depois de uma longa e exaustiva busca Baltazar finalmente encontra o jovem merliniano: um tímido e desajeitado estudante de Física (interpretado por Jay Baruchel) que, depois das habituais resistências e trapalhadas, finalmente começa o seu aprendizado.

Cena do Filme Para mim, o mal aproveitamento de um elenco com tanto potencial é o maior ponto de pesar no final. Um filme que conta com nomes como Alfredo Molina, Monica Bellucci e até mesmo Nicholas Cage, que andou apresentando uma performance tão irregular em seus últimos trabalhos, deveria impressionar pelo menos neste quesito. No entanto, seja pelo roteiro que pouco ajuda ou pela própria (falta de) vontade dos atores, tudo fica apenas em um nível mediano.

Como dito antes, apesar de tudo eu me diverti. Um filme de entrenimento leve e descompromissado. Nem sempre estamos com cabeça para filmes que nos obrigam a pensar, não? ;)

Aprendiz de Feiticeiro, O

Sorcerer’s Apprentice, The (EUA, 2010, 111 min.)

  • Direção: Jon Turteltaub
  • Roteiro: Lawrence Konner, Mark Rosenthal, Matt Lopez, Doug Miro, Carlo Bernard
  • Gênero: Fantasia, Aventura
  • Elenco Principal: Nicolas Cage, Jay Baruchel, Alfred Molina, Teresa Palmer, Monica Bellucci, Toby Kebbell
  • Site Oficial: http://www.disney.com.br/filmes/cinema/aprendizdefeiticeiro/
  • Avaliação: ★★★☆☆

Trailer

Anúncios

Comentários (7)

  • Minhas expectativas com esse filme também foram bem baixas, no final das contas consegui me distrair com o filme como faria com um bom “sessão da tarde”.
    Eu não gosto do Jay Baruchel, quanto aos demais… bom, não dava pra esperar interpretações muito melhores do que eles fizeram pra esse tipo de filme.
    Eu gostei da referência a Fantasia, só que no final do filme algo que me incomodou é que a Magia como elemento fantástico deu lugar algo mais parecido com um Hadouken, ou Kame-hame-ha, do que aquela magia que eu esperava.
    Em todo caso, pro filme que foi até que tá bom.

    21/01/2011 - 21:02

    Responder

  • Esse é um filme que não tenho muita vontade de ver, mas se surgir a oportunidade, verei com o mesmo espírito que você.

    Nunca sei o que esperar de Nicholas Cage.

    “Corta para os tempos atuais” Me lembrei de Chuck P. no livro Monstros invisíveis, ele usa muito “corta para…” na narrativa…

    Beijos,
    Dri Ornellas
    http://a-menina-do-fim-da-rua.blogspot.com/

    22/01/2011 - 15:00

    Responder

    • Pois é, Dri! Vá com esse espírito mesmo que as chances de uma decepção são menores. rs

      Quanto a este livro, nunca ouvi falar. É bom?

      Beijos!

      31/01/2011 - 22:13

      Responder

      Luma Kimura

  • Também assisti esse filme sem grandes expectativas e me diverti bastante. Concordo totalmente com a crítica às interpretações e sinceramente achei que o Jay Baruchel é fraco demais, só sabe fazer cara de abestalhado…kkk

    Bjocas

    26/01/2011 - 00:37

    Responder

    • Oi Carol!

      Então, sinceramente não me lembro de ter visto muitos outros trabalhos do Baruchel, mas sim, de fato é um dos mais fraquinhos no filme.

      Beijos!!

      31/01/2011 - 22:21

      Responder

      Luma Kimura

  • Queria ver esse filme.
    Mas não pude :/

    03/02/2011 - 16:40

    Responder

Deixe um comentário

  • Sinta-se à vontade para dar a sua opinião, seja para concordar ou para discordar, mas, por favor, baseie-se em argumentos e não em baixaria.
  • Comentários ofensivos, escritos em letras maiúsculas ou em miguxês, com excesso de erros, palavrões ou alheios ao conteúdo do post não serão publicados.
  • Todos os comentários são responsabilidade de seus respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da autora do blog.