Cinema e Vídeo

Filme: Eragon

Eragon

Eragon (Edward Speleers) é um garoto de 17 anos, sobrinho de um fazendeiro de Alagaesia, que vivem em um reino governado pelo tirano Rei Galbatorix (John Malkovich), um ex-Cavaleiro de Dragões que traiu toda sua classe tomando o poder a força. Um dia, caçando nas montanhas, Eragon encontra uma estranha pedra azul que pouco depois se revela um ovo de dragão de onde nasce Saphira. Enquanto têm que aprender a conviver, juntos, eles precisam escapar da ira de Galbatorix e seu feiticeiro Durza (Robert Carlyle) e ainda fazer a sua parte em uma iminente guerra entre o exército do rei e os últimos rebeldes, conhecidos como os Varden.

Baseado no primeiro livro da Trilogia da Herança, que começou a ser escrita por Christopher Paolini quando este tinha apenas 15 anos de idade, o filme apenas cumpre o que propõe: um filme bonitinho, carregado de efeitos especiais, para uma faixa de público bem específica: atinge principalmente telespectadores infantis e pré-adolescentes. Nada mais que isso, nada de espetacular, surpreendente ou inovador.

Muito já se falou da inegável influência de J.R. Tolkien e de Peter Jackson no filme, não dá mesmo para evitar. Mas comparações muito profundas nem mesmo chegam a ser justas, pois vejo as obras em níveis muito diferentes, Paolini criou (ou recriou) um mundo de pouca complexidade social, cultural e/ou política, focando muito mais em itens clicherizados e bem demarcados tais como heróis, vilões, magia e sentimentos de lealdade, coragem e honra.

O elenco apresenta uma atuação mediana. O novato Speleers deixa transparecer claramente que este é seu primeiro grande trabalho, se mostrando um pouco assustado, embora consiga segurar a onda sem decepcionar realmente. Atores mais experientes, no entanto, foram muito subaproveitados, como é o caso de Malkovich com poucas e pobres aparições.

As belas locações e os efeitos especiais são o grande trunfo desta produção, em especial no dragão Saphira, uma criatura criada por computador com expressividade e características marcantes, além de muito carisma. Vale lembrar que este não é um ponto de destaque inesperado, uma vez que Eragon é o primeiro longa dirigido por Stefen Fangmeier que já foi supervisor de efeitos especiais em filmes como “O Exterminador do Futuro 2″, “Twister” e “Jurassic Park”.

Resumindo: Eragon funciona bem se o que você quer é um entretenimento leve, descontraído, acompanhado de um público bem jovem. Nada mais que isso.

Eragon

Eragon (2006)

  • Direção: Stefen Fangmeier
  • Origem: EUA
  • Gênero: Aventura / Fantasia
  • Elenco Principal: Edward Speleers, Jeremy Irons, Sienna Guillory, Robert Carlyle, John Malkovich, Garrett Hedlund, Alun Armstrong, Christopher Egan, Gary Lewis, Djimon Hounsou, Richard Rifkin, Joss Stone, Rachel Weisz (voz de Safira)

Anúncios

Comentários (2)

Deixe um comentário

  • Sinta-se à vontade para dar a sua opinião, seja para concordar ou para discordar, mas, por favor, baseie-se em argumentos e não em baixaria.
  • Comentários ofensivos, escritos em letras maiúsculas ou em miguxês, com excesso de erros, palavrões ou alheios ao conteúdo do post não serão publicados.
  • Todos os comentários são responsabilidade de seus respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da autora do blog.